Felipe Melo: eu o declaro culpado!

Sempre que o Brasil perde alguma  Copa do Mundo, a imprensa e a opinião pública escolhem um jogador para imputar a responsabilidade pelo fiasco.

Na Copa de 1990 realizada na Itália, o culpado pela derrota brasileira perante a Argentina, ainda nas oitavas de final, foi o jovem volante Dunga; na Copa de 1998, o responsável pela derrota do Brasil contra a França na final foi o “fenômeno” Ronaldo, acusado de “amarelar” na noite que antecedeu aquele trágico jogo. Na Copa da Alemanha em 2006, sobrou para Roberto Carlos, a quem se atribuiu o ato culposo de arrumar a meia, enquanto a Thierry Henry empurrava a bola para o fundo do gol.

Na Copa da África do Sul, é fácil eleger um culpado pela derrota canarinha perante a Holanda: Felipe Melo, volante de 27 anos de idade, nascido em Volta Rendonda, Rio de Janeiro.

Durante toda a competição, o único momento de bom futebol mostrado  por Felipe Melo foi um bom passe  que deixou Robinho na cara do gol, permitindo ao craque abrir o placar na partida contra a Holanda. Contudo, as  inúmeras trapalhadas do volante vão apagar da memória aquele lampejo de inspiração. Na história, ficarão registrados o gol-contra e a pisada que lhe  rendeu a expulsão em momento crítico da partida, fato que arrasou o esquema tático do Brasil.

Felipe Melo não é forte  no futebol-arte. Foi escolhido por ser considerado um jogador de entradas duras. Dunga, nesse ponto, é culpado por escalá-lo. Antes da Copa, Melo havia sido expulso cinco vezes nas duas últimas temporadas, duas atuando pela Fiorentina, duas jogando pela Juventus e uma pela seleção do Brasil, nas eliminatórias para a Copa contra o Chile.

Curiosamente, muito antes da partida do Brasil contra a Holanda, o colunista Diogo Mainardi da revista Veja, mesmo não conhecendo muita coisa sobre futebol, havia feito uma crítica contundente contra Felipe Melo. Foi uma advertência sobre o que estava por vir.  De forma profética, o irônico jornalista, no artigo “A comédia da Copa”, deixou para eternidade as seguintes palavras:

“Mas o jogador do Brasil com o qual realmente me identifico é Felipe Melo. Sempre que, durante o programa de rádio, Wanderley Nogueira me passa a bola, eu me embanano todo e, como Felipe Melo, acabo recuando para o zagueiro. Na Copa do Mundo, minha torcida será inteirinha para ele. Ele me representa. Vai, Felipe Melo! Mostre ao mundo do que é capaz uma pessoa sem talento, sem juízo e sem discernimento.”

É isso mesmo, Mainardi.  De fato, Felipe Melo mostrou ao mundo do que é capaz. Provavelmente, nunca mais vestirá a camisa verde e amarela.

3 respostas para Felipe Melo: eu o declaro culpado!

  1. Gustavo disse:

    Mas não esqueçamos que mesmo Pelé deu cotovelada em adversário em copa – o juiz nem viu. E que Leonardo em 94 foi expulso contra os EUA e por pouco não complicou a seleção. O próprio Ronaldinho Gaucho foi expulso infantilmente contra a Inglaterra em 2002. Sem mencionar, é claro, a mitológica cabeçada de Zidane em Materazzi na final da Copa de 2006. Mesmo Kaká, que só teve 3 expulsões na carreira, foi expulso durante esta copa. Os jogadores perdem a cabeça mesmo, e isso tem muito a ver com a camisa que vestem e a pressão que eles próprios se colocam.

    Felipe Melo não chegou na Juventus, um dos times mais tradicionais do mundo, por acaso. Vai ficar marcado para sempre, mas o futebol é uma caixinha de surpresas. De repente, Felipe Melo volta.

  2. cristiana disse:

    O futebol é um esporte coletivo e por tal razão todos os jogadores tiveram sua parcela de contribuição como também de culpa pelo resultado final…mas é público e notório que o camisa 5 não deu seu melhor nem jogou com amor e respeito á camisa verde-amarelo!

  3. franciscofalconi disse:

    – Gustavo, você é o mais patriota dos torcedores brasileiros, pois acreditou até o fim na seleção de Dunga.
    – Contudo, não concordo com suas comparações. Há uma diferença muito grande entre Kaká, R. Gaúcho, Zidane e outros que já foram expulsos em relação ao polêmico Felipe Melo, um jogador grosso e explosivo. Milton Neves disse tudo: só vale a pena investir em jogadores explosivos, a exemplo do “animal” Edmundo, quando os caras são craques. Felipe Melo não é craque.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: